quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Treino aeróbio antes, a seguir ao treino de força ou em dias separados?

treino aeróbio 
É bastante comum ver frequentadores de ginásios a realizar exercício aeróbio antes ou a seguir ao treino com pesos.

Geralmente esses indivíduos fazem isso com o objetivo de “queimar” mais calorias e desta forma acelerar a perda de gordura. Outros apenas pretendem melhorar a sua condição física.

Mas se pretende maximizar a perda de gordura, poderá obter melhores resultados caso se realizar o seu treino aeróbio em dias diferentes do treino de força. Isto segundo os resultados de um estudo recente.

Para o estudo, que durou 24 semanas, os investigadores recrutaram 140 voluntários fisicamente ativos (70 homens e 70 mulheres), mas que não realizavam treinos de força ou de resistência, de forma séria, há pelo menos mais de 1 ano.

Os participantes foram distribuídos por três grupos:
  • Treino aeróbio realizado antes do treino de força.
  • Treino de força realizado antes do treino aeróbio.
  • Treino de força e treino aeróbio realizados em dias diferentes.
As variáveis medidas e registradas pelos investigadores foram: a força máxima, a endurece, a composição corporal, o perfil de lipídios do sangue, a composição corporal e ainda diários alimentares.

De notar que todos os participantes receberam as mesmas recomendações nutricionais, verbais e escritas e verificou-se que a ingestão energética não variou de forma significativa entre os 3 grupos.

Em termos de resultados:
  • A massa magra total aumentou de forma significativa e de forma similar nos três grupos,
  • A força (1RM) aumentou de forma significativa nos 3 grupos.
  • O VO2max também aumentou de forma significativa nos 3 grupos.
Só o treino em dias diferentes conduziu a uma redução da gordura corporal total (-14% nos homens) e da gordura abdominal (-18% nos homens e -17% nas mulheres).

Relativamente aos lipídeos no sangue, apenas foram observadas flutuações mínimas e estas estiveram associadas a mudanças na gordura corporal que se verificaram no grupo do treino em dias diferentes.
Os investigadores teorizam que a maior perda de gordura no grupo que treinou em dias diferentes se deveu a um maior gasto de energia pós-exercício, ao longo do tempo.

Apesar dos três grupos terem realizado o mesmo volume de treino, o gasto extra de treinar num maior nº de dias por semana, terá sido superior ao gasto de uma sessão mais longa que englobe o treino aeróbio e o treino de força numa mesma sessão.

Os investigadores concluíram:
Todos os modos resultaram numa melhoria da capacidade física e de massa magra, enquanto apenas o treino em dias diferentes proporcionou reduções da massa adiposa.
A realização de treino Força/Aeróbio ou Aeróbio/Força na mesma sessão, são formas eficientes de melhorar a capacidade física.

Já o treino em Dias Diferentes, com um volume idêntico, mas mais frequente, poderá ser mais adequado para otimizar a composição corporal e, possivelmente, útil na prevenção precoce das doenças metabólicas e cardiovasculares.



Fonte: Musculação.Net 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog