terça-feira, 20 de dezembro de 2016

“Garoto mais forte do mundo” em 2003 não faz mais musculação

garoto

Com apenas 11 anos de idade, Richard Sandrak conseguia levantar 95 quilos no supino. Ele levou o título de “Garoto mais forte do mundo” em 2003.

Iniciado na musculação por seu pai, campeão de artes marciais, e a mãe, professora de Educação Física, e depois com ajuda de um personal trainer contratado pela família, Sandrak ficou bem forte.
Os pais fizeram um documentário sobre a transformação do filho e foram muito criticados por supostamente terem forçado a criança a treinamentos muito intensos para a idade, além de uma suspeita de terem dado anabolizantes a Richard.
O fato é que hoje, com 24 anos, Richard Sandrak não parece em nada com a criança musculosa que foi. “Eu não levanto mais pesos. De repente tudo isso ficou chato para mim”, disse. Ele parou de fazer musculação pouco depois do sucesso, após seu pai ter sido preso por ter batido em sua mãe.

Em 2015, o “pequeno Hércules” trabalhou como dublê na Universal Studios. Em vez de ser o “Homem mais forte do mundo”, algo esperado para ele, Sandrak sonha em ser cientista quântico da Nasa. Veja a reportagem abaixo (em inglês):

  

Abaixo Richard Sandrak em dias de hoje:
garoto1

Como muitos nós já sabemos a violência familiar pode nem só causar traumas irreversível em uma criança, como também destruir um futuro promissor de um possível grande  atleta ou mesmo campeão na fase adulta. Isso vale para todos os esportes e outras profissões. Como aqui falamos de esporte, incentive e ajude sempre seus filhos, amigos e outras pessoas a praticar esporte. Vida saudável é  exemplo de vida. Pratique esporte com acompanhamento de profissionais de sua confiança e bons treinos.


Informações do site GNoticias
Apoio: Neo Hardcore
Edição final Gabriel Hammer

ACIMA ATLETAS NEO HARDCORE EM SEU ANTES E DEPOIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog