terça-feira, 24 de novembro de 2015

Músculos estabilizadores, por que você deve fortalecê-los?

Este é um ponto muito importante em qualquer treinamento, independente de qual seja o objetivo. Veja neste artigo porque e como você deve fortalecer os músculos estabilizadores!

fortalecer músculos estabilizadores manguito rotador

Dentro da complexa máquina que é o corpo humano, temos diferentes funções para uma mesma estrutura. E isso não seria diferente com a estrutura muscular. Temos músculos que desempenham diferentes funções dentro de nossa biomecânica de movimento e entender isso é fundamental para nossa funcionalidade. Os músculos estabilizadores são muitas vezes deixados de lado no treinamento, por não aparentarem trazer resultados de rendimento ou estéticos.

Mas este é um erro grave, que acaba comprometendo fortemente toda a estrutura de nosso corpo. Sem este fortalecimento, temos um padrão de movimento alterado, que é o principal fator ligado ao aparecimento de lesões.

Por isso, independentemente de qual o motivo que te faz treinar, você PRECISA fortalecer os músculos estabilizadores, pois são eles que dão toda a sustentação para seus movimentos!

Músculos estabilizadores, o que eles fazem?

Por mais que a pergunta possa parecer lógica, é importante entender qual é o tipo de estabilização que estes músculos proporcionam. Nossas articulações têm eixos de movimento específicos, que atuam em diferentes planos. De modo geral, os músculos estabilizadores dão a sustentação para que estas articulações possam realizar os movimentos em seus planos de maneira segura.

Para ficar mais claro, pense na estrutura da coluna lombar. Se os seus músculos não estiverem fortalecidos nesta região, as vertebras irão ficar instáveis. Com isso, elas “escorregam” sobre os discos intervertebrais. Com isso, com o passar do tempo, temos muitas chances de que uma hérnia discal apareça no local.

O mesmo vale para o manguito rotador, que se não for fortalecido, acaba deixando a articulação do ombro ainda mais instável, o que com o tempo, pode vir a trazer problemas articulares.

De modo geral, estes músculos não têm função estética, mas acabam fazendo com que os demais possam ser hipertrofiados e fortalecidos de maneira mais fácil.
Falar de cada músculo estabilizador tornaria este texto enfadonho. Mas para que ele fique didático, vamos falar dos principais grupos e de como seu fortalecimento pode ser inserido em seu treino!

Músculos estabilizadores, como treinar!

Inicialmente, precisamos entender que a grande maioria dos músculos estabilizadores está ligado a movimentos específicos. No caso do manguito rotador, como já mencionei em outro  artigo  realiza os movimentos de rotação medial e lateral do ombro. Por isso, ele precisa de movimentos específicos para que possa ser fortalecido de maneira adequada e assim, estabilizar com mais qualidade a articulação do ombro.

Já outros grupos maiores, como é o caso do Core, precisam de uma série de movimentos para que possam estabilizar adequadamente os movimentos.  Neste artigo, já mostrei alguns aspectos práticos de seu treinamento. 

O que fica evidente é que o seu treino precisa ser montado de acordo com a utilização de movimentos para todos os principais músculos estabilizadores. Não que você precise dar mais ênfase a estes do que a outros, pois em inúmeros casos, eles já são usados nos movimentos tradicionais da musculação.

O fortalecimento dos músculos estabilizadores é algo bastante individual, pois precisa ser feito de acordo com as necessidades de cada pessoa.

Além disso, existem músculos que ora são estabilizadores, ora são agonistas. O trapézio é um destes. Por exemplo, em muitos movimentos, ele atua dando sustentação a posição das escápulas, mas em outros movimentos pode ser o motor primário.

Outro ponto a ser destacado, é que os músculos antagonistas de cada movimento também auxiliam na estabilização dos movimentos. Por isso, um treinamento errado, onde determinado músculo esteja mais fortalecido do que outro, acaba prejudicando em muito a estabilização de determinados movimentos.
Mas como eu faço para integrar o treinamento dos músculos estabilizadores com os demais?
Depende!

Por mais que possa parecer furtivo, você precisa entender que cada um de nós tem necessidades diferentes. Se for para eu te dizer que você precisa fortalecer determinado grupo muscular, vou te dizer que o manguito rotador e o Core são os principais. Os demais estabilizadores dependem muito de seu biótipo e da maneira como você treina.
 
No dia em que você for exercitar um determinado grupo muscular, é muito importante que treine os músculos estabilizadores próximos. Por exemplo, vai treinar ombro, peito ou costas, pode usar os movimentos do manguito rotador como “aquecimento” ou então, exercitá-los ao final do treino. Mas isso tudo vai depender de como seu treino é concebido.
 
Abaixo um vídeo com exemplo de exercício para o manguito rotador. Dentro dos artigos citados ao longo desse post, existem outros vídeos com exemplos de exercícios.
 
 
No caso especifico do Core, é preciso que ele seja trabalhado em todas as suas possibilidades. Sem isso, haverão estruturas de sua região medial que não será trabalhadas.
Independentemente do caso, é preciso que o profissional que monitora seus treinos tenha a sensibilidade e o conhecimento de perceber leves desvios musculares, que muitas vezes são oriundos de falta de fortalecimento dos músculos estabilizadores. Bons treinos! 



Fonte: Treino de Mestre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog