quinta-feira, 31 de julho de 2014

Beber mais água ajuda a perder peso?

Beber mais água ajuda a perder peso 1 
A ideia ou a recomendação de aumentar a ingestão de água para perder peso já é bastante antiga, mas será válida? Será que beber mais água ajuda realmente a perder peso?

No passado, esta sugestão não tinha qualquer tipo de suporte científico, mas acontece que por vezes, as dicas que surgem em revistas e que as pessoas transmitem entre si podem realmente funcionar, e este parece ser um desses casos.

Num estudo realizado recentemente, os investigadores recrutaram 50 mulheres jovens, com idades entre os 19 e 30 anos, e com um peso médio de 65.86 (Índice de Massa Corporal de 26.7).

As voluntárias foram aconselhadas a aumentar a sua ingestão habitual de água em 1.5 litros. De forma a conseguirem isso, as voluntárias ingeriram 500 mL de água 30 minutos antes do café da manhã, almoço e jantar.

O mais impressionante aqui é que as mulheres tinham um peso considerado normal; pesavam cerca de 59 kg e ainda assim conseguiram perder 1,27 kg em 8 semanas.

Este valor é bastante significativo, tendo em conta que a única coisa que tiveram de fazer para conseguirem isso, foi beber meio litro de água antes de cada refeição.

Neste estudo ficou realmente comprovado que a ingestão de uma quantidade significativa de água antes das refeições diminui a sensação de apetite às refeições e muito provavelmente a quantidade de comida ingerida em cada uma delas

.beber agua perder gordura
Os investigadores também realizaram avaliações da composição corporal com um adipômetro e comprovaram que a percentagem de gordura corporal diminui de forma significativa nas voluntárias, tal como pode ver no gráfico abaixo. Isto parece sugerir que a maior parte do peso perdido foi em forma de 
gordura e não massa corporal magra 
.beber agua perder peso
Os investigadores afirmaram:
O nosso estudo estabelece o papel da ingestão de mais 1,5 L de água na redução do peso, redução da gordura corporal, e supressão do apetite em participantes do sexo feminino com excesso de peso.

Conclusão 

Beber mais água ajuda a perder peso

Algumas pessoas poderão pensar que o peso que as voluntárias perderam é praticamente insignificante, mas isso não é verdade, especialmente se tivermos em conta que não eram obesas e que não tiveram que seguir uma dieta especial, controlar porções de alimentos, fazer mais exercício ou tomar suplementos termogénicos.

A única coisa que as voluntárias tiveram que fazer, foi passar a beber mais água antes das refeições, e na verdade, qualquer estratégia que possa ajudar as pessoas a sentirem menos fome ou apetite durante as refeições, será uma grande ajuda para aqueles que pretendem perder gordura.

Nota: Embora o aumento da ingestão de água, especialmente antes das refeições, possa ajudar a perder peso, a ingestão de uma quantidade excessiva de água, como 15 litros por dia, pode ser perigoso para a saúde e até mesmo mortal.
Fonte: Musculação Net

Os melhores exercícios para os quadríceps

melhores exercícios para quadríceps 
Embora a maioria dos homens não apreciem os treinos de pernas, deveriam treiná-las com a devida frequência, até porque ninguém gosta de ver físicos com uma parte superior bem desenvolvida, definida e uma parte inferior destreinada, sem formas e sem massa muscular.

Você não quer ser o típico Sabirila ou “Hulkito” (tronco de hulk, perna de mosquito) do ginásio pois não? Sendo assim, temos que aceitar que, para podermos obter um físico completo, também temos que desenvolver um par de pernas que incluam uns quadríceps bem desenvolvidos e definidos.

Portanto, comece desde já a dedicar-se a sério aos seus treinos de pernas e garanto-lhe que passado algum tempo, até vai passar a gostar de treinar este grupo muscular. No entanto, convém seleccionarmos os exercícios mais eficientes para trabalhar os quadríceps

Por isso, neste artigo iremos tentar determinar quais são os exercícios mais eficientes para trabalhar os quadríceps, analisando estudos nos quais os investigadores recorreram a análises EMG, que é basicamente uma ferramenta que mede o nível de atividade elétrica dos músculos, que ocorre durante os movimentos que se realiza.

Os melhores exercícios para os quadríceps

Segundo Boeckh-Behrens & Buskies (1):
  1. Agachamento hack profundo, encostado na máquina, joelhos a um ângulo de 50°.
  2. Agachamento hack, encostado na máquina, joelhos a um ângulo de 90°.
  3. Agachamento profundo, com barra, joelhos a um ângulo de 70°.
  4. Prensa de pernas a 45°, joelhos a um ângulo de 90°.
  5. Agachamento com barra, joelhos a um ângulo de 90°.
Segundo este estudo, o exercício mais eficiente para trabalhar os quadríceps é o agachamento hack completo em máquina, ou seja, realizado com um movimento em que os joelhos chegam a ficar com um ângulo de 50°. O exercício mais eficiente a seguir ao agachamento hack, foi o agachamento clássico com barra.

Agachamento hack


Agachameno hack máquina

Para realizar este exercício, comece por apoiar completamente as costas no suporte acolchoado da máquina. Com as mãos, segure as pegas no topo e apoio os suportes acolchoados superiores da máquina nos trapézios. Em seguida, respire fundo, desbloqueie o peso e comece por subir o peso para cima.
Suba quase completamente até acima, mas mantenha os joelhos ligeiramente fletidos de forma a manter a tensão nos quadríceps. A seguir comece a descer o mais que conseguir, flectindo os joelhos, sem perder a boa forma e sempre de forma controlada. Realize o movimento inverso para subir o peso e repita durante o número de repetições que desejar.
Segundo Tudor O. Bompa, e Lorenzo J. Cornacchia: (2):
  1. Agachamento com barra.
  2. Cadeira extensora.
  3. Agachamento hack.
  4. Leg Press.
  5. Agachamento na máquina smith.
Já no estudo realizado por Tudor & Bompa, o melhor exercício para os quadríceps é o agachamento clássico com barra, seguido pelo exercício cadeira extensora. Curiosamente, o exercício agachamento hack ficou em terceiro lugar aqui.

Agachamento com barra

Agachamento barra

Para realizar este exercício, comece por dirigir-se ao suporte de agachamento, apoie a barra por cima dos trapézios e agarre a barra a uma largura apenas ligeiramente superior à largura dos ombros. Retire a barra do suporte, coloque os pés à largura dos ombros e ligeiramente a apontar para fora.
Alinhe os joelhos na mesma direção dos pés. Inspire fundo e desça flectindo ao mesmo tempo as articulações dos cotovelos e das ancas. Desça o mais que conseguir sem perder a curvatura natural da zona lombar e a boa forma geral. Volte a subir, realizando o movimento inverso, expire e repita durante o número desejado de repetições.

Exemplo de treino para quadríceps

O treino que irá ver abaixo é meramente um exemplo de um treino para os quadríceps, que está baseado nos resultados das investigações que indicamos acima.
treino quadríceps

Conclusão

Seja qual for o/s exercício/s que escolha, o mais importante é que você treine as pernas de forma consistente e com muita intensidade.

Se por algum motivo não puder realizar os exercícios que se encontram no topo da lista dos mais eficientes, não se preocupe demasiado com isso e procure exercícios alternativos que possa realizar sem dores e lembre-se sempre de aplicar o princípio da sobrecarga progressiva.

Sugiro que dê preferência a exercícios compostos como o agachamento hack e o agachamento com barra, mas desde que se esforce ao máximo, poderá obter resultados com qualquer exercício de quadríceps.


Fonte: Musculação Net

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Viviane Araújo conta como 'secou' o corpo para viver personagem em 'Império'

'Estou mais bonita e elegante', diz ela sobre as novas curvas 

No Instagram, Vivi exibe as novas curvas. (Foto: Reproduo Instagram)  
Foto: Instagram

Uma das novidades da nova novela das 21h, "Império", é a estreia de Viviane Araújo como atriz. Conhecida pelo corpão supermusculoso, ela decidiu afinar a silhueta para dar vida a Nana, manicure que forma uma dupla dinâmica com o travesti interpretado por Ailton Graça.

"Ela faz parte do núcleo cômico da novela. A direção não pediu que eu emagrecesse, mas achei que iria ficar mais bonita e elegante no vídeo. Na televisão, às vezes meu 'bundão' e 'pernão' fazem eu parecer muito grande apesar de nunca ter sido gorda", explica.


Há sete meses, a rainha de bateria mudou o objetivo do treino. O tempo dedicado à malhação continuou o mesmo - uma hora e meia por dia -, mas as séries de "marombeira" que ela já praticava há 15 anos foram substituídas. "Queria perder massa gorda e manter a musculatura porque também não queria ficar magricela, acho que nem conseguiria. O foco maior são os braços, parte do corpo que mais me incomoda", conta.

O segredo foi adicionar mais tempo de exercícios aeróbicos no transport ou bicicleta e, nas séries de peso, diminuir bastante a carga e aumentar as repetições. "No leg press, por exemplo, agora coloco 60kg de cada lado. Já peguei o dobro!", lembra ela. Parar de fazer exercícios de agachamento com peso também ajudaram muito a afinar e perder cerca de 5kg.


"Não fico me pesando, mas é mais ou menos isso. Também não foi nada absurdo, acho que fica mais evidente em fotos. Eu percebo pelas roupas que ficavam muito agarradas nos quadris e agora estão soltinhas. Tive que mandar apertar todas as peças jeans!", conta Vivi.

E será que ela já se acostumou com o novo shape depois de tanto tempo musculosa? "É o que todo mundo fala: estou mais magra, mas perna e bunda continuam aqui (risos)! Estou me acostumando. Como muitas pessoas elogiam, isso me estimula. Foram poucas as que criticaram e disseram que perdi meu corpão. Gostei do resultado e pretendo continuar assim. Me acho mais bonita e elegante", afirma.

Mas o efeito não seria tão eficiente se o cardápio não tivesse mudado também. Clara de ovo e batata doce deram lugar a muita salada acompanhada de uma proteína. E carboidrato, agora, só uma vez ao dia. "Parei de comer comida de marombeira. Só continuo com o whey protein", explica ela. As brechas na dieta para comer pizza, hambúrguer e chocolate também continuam: "Nunca fui muito certinha demais. Sou boa de garfo e me permito de vez em quando comer umas coisas gostosas".

Com tantas mudanças para a nova fase como atriz, a postura e o estilo vão mudar também? "De jeito nenhum. Sou a mesma com roupa elegante ou fantasia de carnaval. Teve gente que me viu no lançamento da novela e disse que não era mais eu. Como assim? Só me vesti de acordo com o que o evento pedia. Agora vou passar a ir a mais lugares que pedem um look mais elegante, então me visto de acordo. Mas não vou mudar e ir pro samba de saia no joelho. Todo mundo vai continuar me vendo sambar de shortinho", avisa. 


Fonte: GNT

terça-feira, 29 de julho de 2014

O que é ser Frango...

Eu sei o que você deve estar pensando...
Na sua mente já se formou a imagem de uma pessoa magra e raquítica, não é?
Você já foi logo imaginando aquele ser humano pequeno, que vai na sua academia...
Pois bem, se você acha que ser frango se resume a isso, desculpe lhe informar, mas você está ERRADO!
Vamos deixar claro uma coisa: SER FRANGO NÃO TEM NADA HAVER COM O TAMANHO DO CORPO, E SIM COM A MENTE!
Corpo não quer dizer NADA, mas sim a mentalidade e a ATITUDE da pessoa...
Ser novato na musculação também não é motivo para taxar uma pessoa de frango, pois todos nós começamos do zero um dia. Então, não devemos jamais desmerecer aqueles que estão começando a treinar.
Vamos desmistificar certos conceitos. Vale lembrar o seguinte principio: “SEMPRE IRÁ EXISTIR ALGUÉM MAIOR DO QUE VOCÊ!”
Não é vergonha nenhuma ter um bíceps menor, ter menos corpo, ou ser novato. Nenhum irmão de ferro deve ter vergonha de treinar, se sentir diminuído ou inferiorizado. Todos nós temos o mesmo objetivo. Por isso, devemos, acima de tudo, respeitar aqueles que treinam de verdade e que honram a musculação.

PENSAS COMO UM FRANGO, LOGO SERÁS UM FRANGO!
Ser frango não tem nada a ver com o tamanho do corpo, do bíceps ou das cargas que você pega nos aparelhos. Ser frango tem a ver com atitudes e comportamentos que certos indivíduos têm no dia-a-dia e na academia.
Quem leva a musculação e o treino a sério NÃO É FRANGO!
Se fizéssemos um estudo aprofundado sobre o trabalho dos corpos de alguns indivíduos que vemos nas salas de musculação, encontraríamos pessoas com as seguintes características:
Homens que possuem apenas o bíceps grande e umas costas mais largas, ou que simplesmente só tem bíceps e mais nada. E esses ainda andam dentro da academia "pagando de fortões" e humilhando novatos ou aqueles que possuem menos corpo.
Fazendo uma análise do sujeito, veríamos que ele não tem trapézio, peito e ombro. Perna então, eu nem vou comentar, porque é uma característica marcante...
Muito cara tem a parte superior do corpo grande e muito bem desenvolvida, mas aí você se depara com aquelas “perninhas de vareta”, que só servem para caminhar e dar sustento ao corpo, mas nunca foram trabalhadas e que estão esquecidas no fundo do baú.
Esse são famosamente conhecidos e chamados de “malhadores de janela”, “perninha de sibito”, “sabiá”, “picolé” e assim vai...
Não estou aqui para criticar ninguém, pois cada um sabe o que é bom e o que fica melhor ou mais bonito para si mesmo. Mas faço questão de expor esses detalhes, pois vejo muitas injustiças sendo cometidas e muitas vezes por indivíduos com essas características.
Ninguém é melhor do que ninguém, e antes de taxar uma pessoa de frango, só porque esta possui uma estrutura menor que a sua, lembre-se de se olhar no espelho. Porque você pode até ser grande, mas pode pensar e malhar como um frango!
Então, você já viu que tudo é muito relativo.
Os verdadeiros frangos de academia são aquelas pessoas que vão à academia por modismo, só com a intenção de tirar onda de melhores e maiores, escolhendo "vítimas" menores que ele. Só que se formos parar para observar e comparar as pessoas, veremos que muitas vezes o carinha que tem menos corpo possui maior seriedade no treino, na dieta, na dedicação e na força de vontade...
Então, se um cara é pequeno e tem seriedade no treinamento não tem porque ele ser desmotivado e taxado de frango. Pelo contrário. Ele deveria ser reconhecido como um Irmão de Ferro e motivado em seus objetivos, pois é mais uma pessoa que carrega o nome da "musculação hardcore" com orgulho.
Outra espécie de frango seriam aquelas pessoas que tem a maldita mania de encher o aparelho de carga e não fazem o movimento correto do exercício — os “frangos do meio movimento”. São aquelas pessoas que têm necessidade de se auto afirmar usando a "quantidade de carga". Fazem o movimento todo errado e encurtado, tudo com o objetivo de que o exercício se torne mais fácil de fazer com aquela quantidade exorbitante de peso. E, para piorar ainda mais, justificam seus erros no treinamento alegando que estão "roubando" para crescer.
Os frangos do "meio movimento" só enganam os "leigos" iguais a eles e até conseguem seus momentos de sucesso durante a "malhação" (bem global, pois o ibobe é o mais importante). Por isso essa continua sendo uma pratica muito incentivada pela espécie.
Alguns exercícios são famosos na pratica do "meio movimento", mas para o frango pós-graduado a frase "MOVIMENTO CORRETO E COMPLETO" seria o mesmo que xingar a mãe dele.
Tenha um pouco mais de prudência ao rotular as pessoas baseado em apenas uma imagem. Ser frango é mais um estado de espírito do que um estado físico!
Todo mundo começa do zero e ninguém entra na academia forte e grande. Todo mundo começou fraco e pequeno, começou de baixo.
Não rotule uma pessoa de frango pelo tamanho do seu corpo. Ser frango tem a ver com atitudes e comportamentos.
Respeite aqueles que treinam corretamente e sério. São eles que se inspiram em você e que levam dentro de si a alma do hardcore.
Ajude quem tem interesse em aprender. Valorize aqueles que valorizam e que reconhecem sua dedicação. Devemos nos unir sempre e reconhecer o esforço daqueles que procuram aprender e evoluir na musculação.
Antes de julgar uma pessoa pelo tamanho do seu corpo, observe as suas atitudes, pois as ações podem falar mais do que apenas uma imagem.
Para finalizar o artigo, fiz um levantamento e juntei a maioria das reclamações que são feitas a respeitos dos frangos de academia. O resultado foi o seguinte:

SER FRANGO É...
* Ficar reparando na carga dos outros e fazer competição de “eu pego mais peso que você;”
* Fazer uma semana de academia e começar a andar com os braços abertos (como se estivesse com o sovaco assado!);
* Não ser forte e se achar FORTE;
* Passar mais tempo no "intervalo" entre as séries do que no próprio exercício;
* Colocar uma quantidade enorme de carga e só fazer uma repetição (isso que o cara não é basista, powerlifting, nem faz treino de força, etc);
* Colocar uma quantidade de carga enorme e executar o exercício toda errado, e depois disso ainda sair com aquela cara de que pega pesadão, olhando para os lados se achando.
* Ficar contando vantagem de si mesmo porque toma tais suplementos e no final nem saber para que servem e como realmente se usam;
* Entrar “ontem” na academia e, ao terminar o exercício, ficar fazendo poses no espelho, arrumando o cabelinho e se achando “o grandão;”
* Colocar 10 quilos em cada lado do supino e ficar gritando feito uma porca;
* Ficar horas conversando (e treinar que é bom nada);
* Não malhar pernas;
* Atrapalhar o treino dos outros com piadinhas escrotas, brincadeirinhas e palhaçadinhas;
* Tomar Animal Pack, e depois de uma semana falar que já está sentindo diferença;
* Ser todo gordo e banhudo e ficar pagando de musculoso;
* Ser magrelo estilo pedreiro definido e ficar pagando de fortão;
* Colocar mais carga do que realmente agüenta e pedir para o amigo ajudar ele a fazer;
* Levantar peso de mosca morta, nem suar, e, para piorar, durante a execução do exercício, ficar conversando com o(a) amigo(a), e depois falar que não consegue ter resultado;
* Ir à academia sem comer ou ficar o dia todo sem comer porque quer emagrecer;
* Reclamar que está gordo(a) (e/ou cheia de celulite), e mesmo assim não se esforçar para ter resultados;
* Ir à academia somente para desfilar, bater papo e fofocar, e ainda atrapalhar os outros no treino;
* Ficar reclamando que as anilhas estão enferrujadas, que sujam sua roupa ou fazer cara de nojo na hora de pega nas mesmas;
* Ir à academia e ficar reparando na roupa dos outros;
* Não levar o treino a sério, ir à academia para “fazer social”, paquerar, etc.;
* Ficar duas horas usando o mesmo aparelho;
* Malhar com o celular na mão, no bolso ou na cintura, e ainda por cima parar de tempo em tempo para atender chamadas e/ou fazer ligações totalmente dispensáveis;
* Acabar de malhar e fazer questão de tirar a camisa e ficar em frente à academia, achando que está abafando no pedaço, com o peito estufado e os braços abertos só para aparecer;
* Encher o saco dos outros fazendo perguntas sobre o que tomar ou que você toma.
AGORA, a medalha de FRANGO PHD fica para:
* ENTRAR NA ACADEMIA SOMENTE PARA O VERÃO, E SÓ COM DOIS MESES DE EXERCÍCIOS FICAR PAGANDO DE BOMBADO. DEPOIS DISSO, SAIR POUCO ANTES DO CARNAVAL E SÓ VOLTAR NO FINAL DO ANO.

É isso aí... ?
Divirtam-se!

Fecho este texto com uma frase do meu amigo Eduardo G. Grumann:
"Tamanho por fora é nada se comparado ao que você pode ser por dentro"



ATENÇÃO: Este conteúdo têm propósitos estritamente informativos. O site Treino Hardcore foi criado apenas para trocar informações sobre a filosofia do treino com pesos. O site Treino Hardcore não prescreve nenhum tipo de treinamento, dieta ou drogas, e não assume responsabilidade por nenhuma lesão ou qualquer situação causada pelos leitores. Antes de iniciar qualquer atividade física procure um médico, faça todos os exames e procure um profissional da área para prescrição de seus treinos individualizados. As informações contidas aqui não substituem a orientação de um profissional da área médica, nutricional e esportiva.
 Fonte: Treino Hardcore

Benefícios do Agachamento!

benefícios-do-agachamento 
Exercício extremamente perigoso e danoso aos joelhos! É assim denominado pelos “mestres” em treinamento. Vamos ver hoje a verdade sobre esse fato e também a importância desse exercício para quem quer pernas fortes e o tão sonhado abdômen! Abdômen? Sim, eu disse abdômen, mas não é só isso que o agachamento faz por nós, acompanhe!

O agachamento melhora nossa mobilidade funcional e nos dá mais velocidade em caminhadas e corridas, aumenta nossa densidade mineral óssea e com isso, temos a redução da chance de termos fraturas, fortalece a musculatura do core evitando dores nas costas e lesões, maior altura em saltos verticais e um melhor desempenho nos esportes de quadra ou campo. Tudo isso porque o agachamento é um exercício composto, ou seja, recruta mais de um grupo muscular ao mesmo tempo. É um dos melhores exercícios para atletas e para a população em geral. Visto tantos benefícios, não é preciso ser expert para deduzir que todos deveriam estar realizando algum tipo de agachamento.

O agachamento é tão benéfico, mas tão benéfico, que poderíamos pintar um quadro de tão bonito que ele é! Mas não é um exercício simples, requer cuidado com postura, execução, carga, como qualquer outro exercício. Porém, está longe de ser um destruidor de joelhos.

Bons motivos para que você fazer agachamentos: De forma geral, quando corremos empurramos o chão para nos locomover. Uma maneira para melhorar essa condição de “forçar” o chão, seria aumentando nossa resistência. Com atuação em músculos como quadríceps, isquiotibiais, glúteos e panturrilhas para produzir força e além disso, ainda ativação da musculatura do core, o agachamento vai permitir a integração dessas partes e com isso, aumento de performance no campo ou na quadra.
Para a população em geral, os benefícios também são bem interessantes. Se beneficiarão de uma melhor mobilidade e menos chance de lesões na parte inferior das costas ou dor no joelho. Estudos mostram menos dores em idosos com osteoartrite depois que iniciaram um treinamento em agachamentos, além de uma melhora no equilíbrio e maior velocidade de caminhada.

Agachamentos era o que lhe faltava! Fortalecendo a parte inferior do corpo e a musculatura central, permitirá a todas as populações mover-se melhor e sentir menos dor ou chance de lesão.

Agachamentos profundos, em que subimos por toda extensão de modo a alongar o tendão da perna, também aumentará a capacidade de impulsão vertical e melhorará o desempenho. Se for de seu interesse ter um desempenho melhor, saltar mais alto, ficar mais forte e ter uma composição corporal melhor, faça agachamentos completos, profundos. Agachamentos com amplitude reduzida podem ser utilizados mas não devem ser o único estimulo de treinamento.
agachamento-saltos-de-gigantes

Serve agachamento frontal professor?

Opa! O agachamento frontal é uma das suas melhores ferramentas para alcançar novos níveis de performance, flexibilidade e mobilidade dinâmica. Produz altos níveis de força e também ajuda a treinar a aceleração vertical. O agachamento frontal exige que você tenha maior flexibilidade no quadril, tornozelo, ombro e pulso. Ele mantém a técnica. Se você trapacear, movendo os quadris para trás durante o movimento de subida, você pode largar a barra ou cair de cara no chão. O agachamento frontal também coloca menos força compressora no joelho que o agachamento comum, enquanto continua a fornecer um estímulo de treinamento comparável aos músculos.

O agachamento frontal trabalha o quadríceps, músculo reto abdominal e eretores da espinha, melhor do que o agachamento livre comum. Isso o torna um excelente exercício para os quadríceps e tronco, que se aplica a velocidade de sprints e capacidade de saltar para os atletas, pois permite que você treine o corpo para transferir força ao longo da cadeia cinética. É interessante também saber, que iniciantes podem se sentir mais confortáveis com o agachamento frontal por não ter uma barra apoiada em suas costas. Ahhhh!!! De quebra também ativa a musculatura do tronco quando cargas pesadas são usadas.

Legal, até agora falamos bastante sobre a atuação nas regiões inferiores, mas e a parte abdominal? Qualquer tipo de agachamento é um ótimo exercício para os músculos abdominais e maior força do core. Um estudo recente da Primeira Divisão de jogadores de futebol Americano, universitários, mostrou que a menor força do corpo e máxima potência medida pelo agachamento de 1RM, foi associada mais diretamente com a força nos músculos do core (músculo reto abdominal, pélvica e quadril cintura, oblíquos e paraespinhais). Poliquin cita que neste estudo, aponta-se para a inutilidade do exercício de prancha para treinar o núcleo para os atletas e a população em geral. A prancha (e prancha lateral) é realizada em uma posição estática não-funcional, que raramente é replicado no esporte ou na vida diária, tornando-se inútil como um componente principal do treinamento.

Para a formação abdominal completa, levantamentos são essenciais e remadas são ideais para a resistência abdominal, porque você deve estabilizar o corpo durante todo o movimento. Flexões, fornecem um treinamento abdominal horizontal estático adequado e pontes, podem ajudar a fortalecer a cadeia posterior se você tem desequilíbrios na parte inferior das costas, ou isquiotibiais.

Mas, posso mesmo fazer esse tal de Agachamento então?


Todos deveriam realizar agachamentos, quanto antes começar antes se beneficiará. A pesquisa mostra que você deve começar a fazê-los em uma idade jovem para um melhor desempenho e prevenção de lesões. Você não vai machucar os joelhos, se realizado corretamente. Além disso, começar cedo permitirá que os jovens aprendam o treinamento pesado mais cedo, porque eles vão acumular “anos de prática” em uma idade mais jovem.
Que os jovens atletas são altamente treináveis não é nenhuma surpresa, mas a “treinabilidade da juventude” continua a sofrer de estranhos mitos e equívocos que desencorajam os pais e treinadores de esportes, de proporcionar a seus jovens atletas treinamentos de força. Apesar de inúmeras pesquisas relatarem que menos lesões acontecem na sala de musculação do que no campo ou na quadra de esportes e que, treinamento de força para os jovens, em especial os agachamentos como citado acima, melhora a densidade mineral óssea e crescimento ao invés de nanismo, muitos atletas jovens estão perdendo a oportunidade de alcançar seu potencial porque não levantam pesos, porque são inibidos e desencorajados pelos seus pais.

Fonte: Dicas de Treino

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Atividade física faz bem ao corpo e 'rejuvenesce' a pele, diz pesquisa


Mulher sorrindo malhando euatleta (Foto: Getty Images)

Pesquisadores americanos e canadenses afirmam que fazer exercícios desacelera ou até mesmo reverte os sinais de envelhecimento precoce


A atividade física faz bem para a saúde, para o humor, e agora descobriram que ela pode fazer bem até para a pele, mantendo-a jovem e até mesmo revertendo o processo de envelhecimento. Com o passar dos anos a camada mais superficial da pele, a epiderme, vai se tornando mais grossa e apresentando as conhecidas rugas, enquanto uma camada mais profunda, a derme, se torna mais fina e frágil.
Esse processo é natural e acontece com todos, porém pesquisadores americanos e canadenses viram que a atividade física desacelera ou até mesmo reverte sinais de envelhecimento precoce em camundongos ativos em comparação a ratos sedentários.

Mas essa descoberta não parou em roedores. A hipótese de que a atividade física “rejuvenesce” a pele foi testada em humanos e mostrou resultados animadores. Os pesquisadores fizeram uma biopsia da pele da região glútea de pessoas sedentárias e fisicamente ativas.

Essa região do corpo foi escolhida por ser uma área raramente exposta ao sol. Eles descobriram que as pessoas ativas tinham a pele com características mais jovens. A pele parecia com a de pessoas com menos de 40 anos, mesmo tendo sido retiradas de voluntários com mais de 65 anos.

Essas diferenças poderiam ser atribuídas a outros fatores, que não a atividade física, como dieta alimentar e características genéticas. Então a pesquisa foi mais a fundo e recrutou idosos sedentários a participarem de um programa de treinamento por três meses, que era constituído por treino de trote ou bicicleta por 30 minutos, duas vezes por semana.

A biópsia da pele foi feita antes e depois do programa de treinamento. Após os três meses a pele dos idosos estava surpreendentemente com características mais jovens, e o único fator diferente em suas vidas foi a prática de atividade física. Os mecanismos exatos que beneficiam a pele ainda não estão esclarecidos.
A hipótese levantada é de que uma substância produzida pela contração muscular também estaria envolvida em alterações da pele. Não há evidências de que a atividade física faça sumir as rugas ou os danos causados pelo sol. Mas pensando a longo prazo, qualquer melhora a nível celular já é muito bem vinda.
Referência: “Endurance exercise rescues progeroid aging and induces systemic mitochondrial rejuvenation in mtDNA mutator mice”Raquel Castanharo (Foto: Editoria de Arte / EUATLETA.COM)
Siga o Eu Atleta também no Instagram: @euatleta
* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.

 

Fonte: Eu Atleta

Vitor Belfort analisa Weidman: "Ele tem muitas brechas e pontos fracos"

Montagem UFC Chris Weidman e Vitor Belfort (Foto: Editoria de Arte)

Brasileiro diz que tem estudado o jogo do adversário e surpreende quanto à especialidade do mesmo: "Estou cada vez mais gostando de wrestling"

As incertezas em relação ao futuro ficaram para trás, e o foco de Vitor Belfort agora é um só: Chris Weidman. Depois de ter aprovada sua licença para lutar no estado de Nevada, onde fica Las Vegas, o brasileiro voltou suas atenções para o duelo principal do UFC 181, dia 6 de dezembro, que foi prontamente anunciado pelo Ultimate após a divulgação do resultado. Belfort, que tentará tomar do americano o cinturão dos médios (até 84kg), fez uma breve análise do jogo do adversário.

- Ele tem muitas brechas e pontos fracos no jogo dele. Vamos explorar isso - disse Vitor, em entrevista por e-mail ao Combate.com.

O peso-médio carioca reforçou que tem feito o dever de casa em relação a Weidman e que deu atenção à questão do gás para cinco assaltos. Ele mostrou muita expectativa para a luta:
- Tenho estudado o Weidman e acredito que vocês verão um belo combate. Estou preparado para cinco rounds, jiu-jítsu, wrestling, boxe, muay thai... Acho que nossa luta será muito boa. Já é muito esperada e tenho certeza que será um show.
 
Tenho aperfeiçoado meu boxe, meu jiu-jítsu, estou cada vez mais gostando de wrestling e tenho até assistido a alguns campeonatos. Sempre aprendo algum chute novo ou técnica diferente"
Vitor Belfort

Belfort também contou que está mais familiarizado com o wrestling (luta olímpica), especialidade número 1 de Weidman. Ele tentará impor ao americano a primeira derrota da carreira, que acumula vitórias sobre Anderson Silva (duas) e Lyoto Machida.

- Estou há 18 anos nesse esporte porque aprendi a me reinventar. Todo dia aprendo algo novo. Tenho aperfeiçoado meu boxe, meu jiu-jítsu, estou cada vez mais gostando de wrestling e tenho até assistido a alguns campeonatos. Sempre aprendo algum chute novo ou técnica diferente - disse.

Vitor Belfort tem a chance de ser campeão do UFC pela terceira vez. A primeira foi em 1997, quando conquistou um GP dos pesados (até 120kg) ao vencer duas lutas no mesmo dia, contra Tra Telligman e Scott Ferrozzo. Em 2004, ele superou Randy Couture para faturar o cinturão dos meio-pesados (até 93kg). Agora a chance é por uma terceira categoria de peso diferente, a dos médios.

- Estou com a mesma vontade de vencer de quando ganhei meu primeiro título mundial no UFC, aos 19 anos. Hoje, aos 37, ter a oportunidade de pegar meu terceiro título mundial na terceira categoria diferente me motiva mais ainda. Com humildade, determinação, perseverança e, acima de tudo, respeitando meu oponente, sem humilhá-lo, estarei dando meu melhor no dia 6 de dezembro e trazendo para casa, se Deus permitir, meu terceiro cinturão do UFC - finalizou.
 
UFC 181
6 de dezembro de 2014, em Las Vegas (EUA)
CARD DO EVENTO
Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort
Peso-leve: Anthony Pettis x Gilbert Melendez

Fonte: Spotv

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Como acelerar a recuperação muscular depois do treinamento

Se você treina diariamente precisa de suficientes pausas e fases regenerativas. Só através do treinamento duro não vai conseguir seus resultados ideais. Muitas pessoas cometem assim o erro de overtraining.

Além do treino de esforço, a recuperação e a regeneração também fazem parte de um plano de treino bem estruturado. Os estímulos de treinamento dão seus frutos durante a fase de recuperação, ou seja, os músculos crescem no descanso ou fase de recuperação.

Nessa matéria vamos mostrar como você pode ajudar seu corpo a se regenerar suficientemente, para que você obtenha uma maior eficácia de seu desempenho.

Recuperação
A regeneração pode ser influenciada e melhorada pela otimização contínua das condições de treinamento.

Possibilidades de uma recuperação eficiente:
Treino de regeneração
Descanso e sono adequado
Massagens para a recuperação
Sauna ou banho turco
Regeneração durante o exercício
Recuperação através da alimentação

Treino de Recuperação
Um treinamento pesado constante, sem recuperação e regeneração adequada degrada sua performance.
Somente com um bom descanso e devida recuperação após o exercício físico, o corpo consegue responder melhor a novos desafios e assim atingir um melhor desempenho. Incluir técnicas de regeneração no seu plano de treino é portanto essencial.

Um treino cardio seguido de alongamentos desafia o corpo moderadamente e mantém esse a um nível constante de treino sem esforço excessivo durante um longo período de tempo.
Através de um treinamento regenerativo é aumentada sua força e resistência a longo prazo.

Descanso e sono suficiente
Após o treino, você deve garantir a recuperação adequada após o desgaste do treinamento intenso. Parte essencial disso é o sono e repouso adequado.
Em média, devemos dormir entre 6 a 8 horas. Porém, a necessidade de quem treina intensamente com pesos, especialmente fisiculturistas é muito maior, por isso deve haver pelo menos 8 horas de sono por noite para garantir o crescimento e recuperação muscular.

Massagens para a recuperação
Uma boa massagem garante uma redução do tônus muscular e é acelerada a remoção de resíduos metabólicos para além de permitir o máximo de relaxamento.

Todos os grupos musculares são cuidadosamente trabalhados. Esse é um excelente meio para a rápida recuperação, oferecendo assim uma massagem de corpo inteiro regenerativa.

Sauna e banho turco
Também a ida à sauna é quase indispensável para os atletas. Aqui, a parte fundamental é especialmente o bem-estar do atleta.

A sauna proporciona o relaxamento dos músculos por meio do calor. É apenas importante que reponha rapidamente os líquidos perdidos.

Regeneração durante o esforço
Também é importante providenciar os nutrientes essenciais para a rápida regeneração e recuperação do corpo durante o treino.

A ingestão de líquidos durante o exercício deve ser idealmente de 600 ml por hora. Para se proteger contra cãibras, náuseas e vómitos sua bebida dever conter pelo menos 800 mg de sódio por litro.
Para proteger as reservas de proteínas e todo seu sistema endócrino durante o esforço precisa de carboidratos e aminoácidos.

Por isso, as bebidas desportivas contêm sempre uma grande quantidade de sódio, carboidratos e alguns aminoácidos. Sem a ingestão adequada desses componentes durante o treino, o corpo responde aos estímulos do treino de forma mais lenta.

Regeneração através da alimentação
A alimentação ideal para a recuperação dos músculos deve ser constituída por vegetais frescos e frutas em abundância, não esquecendo carboidratos de qualidade, assim como fibras e proteínas valiosas a partir de peixe e carne.

Pode também recorrer à suplementação de glutamina para reforçar a hidratação dos músculos e garantir assim uma melhor regeneração.

Potássio para a recuperação
Tal como a água, também o potássio é necessário para o armazenamento de carboidratos. O potássio pode ser encontrado em todos os frutos e vegetais. Experimente fazer um bom suco de frutas para depois do treino.

Magnésio para a recuperação
O magnésio atua como um estímulo a seu metabolismo, ajuda na regeneração e protege contra cãibras noturnas.

O magnésio também estabiliza as membranas musculares e, assim, oferece proteção contra lesões. O magnésio está presente no grão de amaranto, sementes de girassol, flocos de soja, cereais integrais, milho, gérmen de trigo, aveia, nozes e fermento nutricional.

Fonte: Treino Animal

Nunca é tarde para começar

 

Nunca é tarde para começar
VENHA SER UM NEO HARDCORE.

CAMPEONATO SUL BRASILEIRO – A MAIOR PREMIAÇÃO DO BRASIL

Cartaz-Sul-Brasileiro3 
 VEM AI O CAMPEONATO COM A MAIOR PREMIAÇÃO DO BRASIL
III CAMPEONATO SUL BRASILEIRO DE FISICULTURISMO – IFBB-SC
DIAS 28 E 29 DE NOVEMBRO DE 2014 EM CAMBORIU – SC
  • PREMIAÇÕES:
  1. 1 CARRO ZERO KM PARA O CAMPEÃO OVERALL SENIOR
  2. R$ 1000,00 PARA O CAMPEÃO OVERALL CLASSICO
  3. R$ 1000,00 PARA O CAMPEÃO OVERALL MEN’S PHYSIQUE
  4. R$ 1000,00 PARA A CAMPEÃ OVERALL BODY FITNESS
  5. R$ 1000,00 PARA A CAMPEÃ OVERALL BIKINI FITNESS
  6. R$ 1000,00 PARA A CAMPEÃ OVERALL WELLNESS
VALOR DA INSCRIÇÃO: R$ 130,00 COM DVD EXCLUSIVO
EM BREVE MAIORES INFORMAÇÕES PELO SITE www.ifbbsc.com.br ou pelo email contato@ifbbsc.com.br 

Fonte: IFBBSC

luno da FSA é segundo colocado no Campeonato Pernambucano Open de Musculação Atlética


O atleta Antônio Uchôa Junior, 21, aluno do sétimo semestre do Curso de Bacharelado Educação Física na FSA, acaba de conquistar, no último dia 31 de maio, a segunda colocação na categoria junior (acima de 1m72),  no Campeonato Pernambucano Open de Musculação Atlética, realizado em Caruaru, Pernambuco. “Estou classificado agora para o Norte-Nordeste, que será em Natal, no mês de agosto”, explica Junior. Como vice-campeão na sua categoria, ele espera agora superar esse próximo desafio. Com 1,72 de altura e 80 kg, compete na categoria de atletas com até 1,72m. Júnior Uchôa também tem o título de campeão na categoria Sênior (75 kg) obtido no 9º Campeonato Piauiense de Fisiculturismo, que ocorreu em outubro de 2013, no Parque Potycabana.

Este ano, o atleta competiu no Campeonato Estreante de Culturismo e Musculação que ocorreu acontece no dia 17 de maio, em Teresina, evento que visava avaliar as apresentações coletivas ou individuais, comparando os concorrentes no seguintes requisitos são: volume, simetria, proporção e definição muscular. “Participei do IX campeonato, e então passei a ter experiência com o fisiculturismo. Estava na competição na categoria de peso onde tive que perder 10 kg para competir na categoria de 70 kg. Foi muito sacrifício, mas consegui minha primeira vitória”, explicou. Na competição que ficou em segundo lugar, ele competiu pelo critério da altura e não mais peso, o que representou um maior desafio. “Treinava todos os dias, mas sem esquecer do descanso que é ideal. Quando começou a se aproximar o campeonato eu aumentei ainda mais o tempo de descanso, e a alimentação sem dúvida sempre regrada e rígida, pois ela é um ponto chave. É toda uma associação de treino, alimentação e descanso”, disse o atleta.

Junior explica que começou a praticar o fisioculturismo desde o ano passado, sendo o atual campeão na categoria até 75Kg pela IFBB – Confederação Brasileira de Culturismo, Musculação e Fitness – IFBB/Brasil, filiada a IFBB – International Federation of Bodybuiders. “Eu mudei de federação. Agora sou da NABBA, porque a IFBB não dá apoio ao atleta. Isso me fez mudar de federação. Essa nova federação chegou este ano, e eles estão buscando abrir uma firma e dar um maior apoio maior a essa práticas esportiva ainda pouco conhecida”, diz.

Segundo ele conta, até a sua adolescência, tinha um corpo mais cheio, e, por causa disso, enfrentou problemas de autoestima. “Eu era gordinho, quando comecei a treinar para chamar a atenção das meninas da escola. Mas depois que comecei o esporte percebi que valia apena pela questão de saúde, já que estava quase entrando em depressão. Com minha evolução e disciplina fui convidado a participar do meu primeiro campeonato, então não parei mais”, explica.

“Sigo o fisiculturismo porque é um esporte que gosto e me faz bem, e se eu chegar ao nível profissional será conseqüência de muito trabalho que eu tenho hoje”, concluiu Junior.
- See more at: http://www.fsanet.com.br/arquivo/novidades/aluno-de-educacao-fisica-e-segundo-colocado-no-campeonato-pernambucano-open-de-musculacao-atletica#sthash.vz4ikD6Y.dpuf

quarta-feira, 23 de julho de 2014

CUIABÁ VAI SEDIAR CAMPEONATO DE FISICULTURISMO

 
A Federação Mato-grossense de Culturismo, Musculação e Fitness/IFBB-MT informa que o Campeonato Mato-grossense de Culturismo será realizado no dia 26 de julho de 2014. A inscrição e a pesagem dos competidores serão realizadas no dia 25 de julho, na rua Dom Pedro I, 69 – bairro Jardim Independência (sede da O2 Personal Studio). O local de realização do campeonato ainda não foi definido.
 
Haverá cinco categorias na competição: Culturismo, Men’s Physique, Biquini, Body Fitness e Wellness. Os atletas da categoria Men’s Physique interessados em participar do campeonato brasileiro, que será realizado em 19 de julho em São Paulo (SP), deverão participar de seletiva no dia 5 de junho às 14h na sede da O2 Personal Studio. A seletiva é restrita a atletas – não será aberta ao público – e tem o objetivo de definir os representantes do estado na competição nacional.
 
A escolha do melhor atleta mato-grossense na categoria Men’s Physique ocorrerá normalmente no dia 26 de julho, após a apresentação dos mesmos no palco do evento.
 
Atletas que nunca competiram pela IFBB-MT, apenas por outra federação, podem participar tanto da seletiva quanto do campeonato normalmente. Atletas federados à IFBB-MT e que competiram anteriormente por outra federação estão suspensos do campeonato por um ano. 

Fonte: Extramt.com

Com corpo esculpido, três-lagoense se torna campeã nacional de fisiculturismo

Em sua página pessoal no Facebook, Thais também agradeceu o apoio de todos que acreditaram em sua vitória 

A jovem três-lagoense, Thais Urban Jorge foi consagrada a campeã Brasileira de fisiculturismo. Além de destacar o nome de Três Lagoas para todo o Brasil, a atleta é a primeira mulher do Estado a conquistar este título, realizado no último sábado (19) em São Paulo-SP.
A vitória trouxe elogios dos familiares e da Federação de Culturismo e Fitness de Mato Grosso do Sul (IFBB/MS) que chegou a publicar em sua página na internet elogios a três-lagoense.
O boletim à imprensa informou que a federação tem o orgulho de ter a primeira Campeã Brasileira, Thais Urban, que participou da prova do grande sucesso do Campeonato Estadual IFBB/MS, realizado recentemente em Três Lagoas.
A atleta se tornou Campeã Brasileira do IFBB 2014.- Bikini até 1,60cm.
Em sua página pessoal no Facebook, Thais também agradeceu o apoio de todos que acreditaram em sua vitória.
Leia na íntegra a publicação:
Gente vou falar e posso falar que sou a pessoa mais feliz desse mundo. Um sonho que eu imaginava alcançar daqui anos e olha eu aqui como campeã brasileira. Muuuuito orgulhosa de tudo que passei com garra e sem passar por cima de ninguém,afinal,não precisamos disso para vencer,não é? Pois bem tenho meus agradecimentos a minha patrocinadora @maxtitaniumsuplementos , @sarahzfisio, @performance2you , @lojaespetacullo, a minha treinadora @anneluisefreitas , meus amigos, manos do ❤️ e seres iluminados @naiaraifbbbikini e @pinducatreinador, meu pretinho, minha family em geral e meus friends que estão do meu lado e os que estão longe e sabem que dão do meu ❤️ de verdade, obrigada.... Devo a vcs toda minha conquista.
FISICULTURISM
O
Fisiculturismo é o esporte que tem como objetivo o aumento da massa muscular, levando-se em conta o volume, a definição, a proporção, a simetria e o desempenho das atletas nas etapas de exibição do concurso. O Fisiculturismo feminino começou nos anos setenta quando as mulheres começaram a tomar parte
Fonte: Radio Cacula

Verônica Araújo ex-namorada de Adriano Imperador vence concurso de fisiculturismo

 

Loira e com muitos músculos a mais, Verônica Araújo pouco lembra a morena, de corpo bem menos musculoso, que virou notícia ao virar namorada do jogador Adriano, em 2008, nos tempos em que ele atuava no futebol italiano. Suas novas curvas, porém, a transformaram na vencedora do concurso Bodybuilding 2014, realizado no domingo, na casa de shows Barra Music. Verônica, que já trabalhou como modelo, foi a campeã na categoria Wellness da disputa promovida pela FCCF (Federação Carioca de Culturismo e Fitness).


Aos 27 anos, a empresária passou por restrições alimentares e manteve uma rotina de treino pesado nos cinco dias que antecederam o concurso, com a orientação de seu personal Passarinho.



Verônica Araújo teve um rápido namoro com Adriano, assim que o Imperador rompeu, pela primeira vez, com Joana Machado. Ela chegou a passar 15 dias com o jogador na Itália.

 




Fonte:Extra




segunda-feira, 21 de julho de 2014

Diagnosticada com esclerose múltipla, carioca vira campeã de fisiculturismo

 Naiara Schubert Eu Atleta (Foto: Arquivo pessoal) 
No instagram, Naiara mostrou sua preparação para
o “Arnold Classic Brasil” (Foto: Arquivo pessoal)

O interesse da professora de educação física Naiara Schubert pela musculação começou cedo, aos 17 anos. Por se achar muito magra, a adolescente passou a se dedicar aos treinos em busca de novas curvas. Mas há dois anos seu objetivo mudou. Incentivada por uma amiga, começou a se preparar para competir no fisiculturismo e se apaixonou pela modalidade. 

Hoje, aos 33 anos, a catarinense já carrega um título mundial, um estadual e um vice-brasileiro na categoria ‘Bikini’. Em abril, conquistou o primeiro lugar no evento amador Arnold Classic Brasil, realizado no Rio de Janeiro. Vitórias ainda mais grandiosas para uma pessoa diagnosticada com esclerose múltipla, uma doença degenerativa sem cura.

– A esclerose múltipla é uma doença autoimune, crônica e progressiva que tem caráter inflamatório, desmielinizante e degenerativo. Ela acomete o sistema nervoso central (cérebro, cerebelo, tronco encefálico e medula espinhal) do indivíduo. Os sintomas e sinais da doença variam de acordo com o local comprometido. Quanto à gravidade dos mesmos e de sua evolução, podemos ter situações clínicas muito benignas e sem sintomas evidentes, bem como outras graves e com grande limitação funcional – explica a neurologista Liliana Russo.
 
Em 2009, ao tentar levantar da cama pela manhã, Naiara caiu. Vertigens, fraqueza muscular, visão turva e perda da audição marcaram o primeiro e único surto de sua vida. Após uma série de exames, descobriu ter desenvolvido a doença, cuja causa ainda não foi descoberta pela ciência.

Desde que recebeu o diagnóstico de esclerose múltipla, a atleta faz um acompanhamento anual da evolução de seu quadro. Embora os sintomas não tenham reaparecido, a doença continua progredindo. Ela controla a evolução do quadro com a ajuda de medicamentos diários.
No instagram, Naiara mostrou sua preparação para

– Diariamente, tomo injeções subcutâneas de acetato de glatiramer, além de altas doses de Vitamina D. A doença não tem cura, então os tratamentos são para retardar os surtos, evitando possíveis efeitos colaterais irreversíveis. Hoje minha rotina é normal. Quando a gente faz o que gosta e com amor, conseguimos tudo na vida – conta Naiara.

– Os medicamentos modificam a evolução da doença, minimizando a quantidade e gravidade das crises sintomáticas e, com isto, o risco ao longo do tempo de acúmulo lesional, sintomático e de incapacitações. Os exercícios, sem sombra de dúvida, melhoram a qualidade de vida, tanto física quanto mental, da pessoa. Mas faltam dados científicos para falar em retardo evolutivo e/ou sintomático da doença – explica a Dra. Liliana.

No Brasil, de acordo com o Datasus, estima-se que 30 mil indivíduos sejam portadores da doença. No entanto, apenas cerca de 10.300 pacientes estariam em tratamento. A esclerose múltipla acomete adultos jovens, principalmente mulheres.

– Quando descobrimos uma patologia sem cura, revemos nossa vida. A doença não tem cura, tenho que lidar com isso. Como em qualquer dificuldade, temos que encontrar caminhos para a felicidade, basta aceitarmos como um novo e diferente desafio – ensina a fisiculturista.

Fonte: NortIinf.com.

Musculação e a mulher! Se você ainda tem duvidas

Musculação e a mulher! Se você ainda tem duvidas 
 Infelizmente por falta de informação, muitas mulheres não gostam da musculação, preferem não malhar braço e quando treinam leve. Elas têm um conceito errado achando que se pegar pesado irá ficar igual a um homem. Diante disso muitas mulheres por medo preferem as aulas coletivas, que muitas das vezes não irão trazer o benefício que é esperado.
“TENHO MUITA FACILIDADE PARA GANHAR MÚSCULO,

PROF. MALHEI UM MÊS E O MEU BRAÇO CRESCEU MUITO.”

Se fosse VERDADE, nos homens em um mês ficaríamos iguais ao Arnold Schwarzenegger. Mas infelizmente não é assim. A verdade, no entanto, é preciso muito treino, muita disciplina e uma alimentação rigorosa para poder se obter um corpo musculoso.

Para entender melhor esse processo, o que regula os níveis de força e consequentemente a hipertrofia muscular é a testosterona. JÁ PAROU PARA PENSAR QUANTO DELA VOCÊ POSSUI?

Apesar de ser encontrada em ambos os sexos, em média, o organismo de um HOMEM adulto produz cerca de vinte a trinta vezes mais testosterona que o organismo de uma MULHER adulta, tendo assim um papel determinante na diferenciação dos sexos na espécie humana.

Simplificando, mesmo que a mulher faça as mesmas séries que o homem, o corpo masculino tem mais facilidade para ganhar força e construir os músculos.

Outra observação importante é que temos mais músculos nos membros superiores do que nos inferiores. Logo se eu fizer um exercício para cada músculo superior o número será maior que se treinar os inferiores, dando assim a falsa impressão que está malhando mais “braço” do que “perna”.

A musculação é fundamental para manter a saúde e deixar músculos e ossos em dia. Ele deve ser complementado com exercícios aeróbicos que trabalha o sistema cardiorrespiratório e não esquecer o treinamento da flexibilidade.

Se você é mulher e não entra na musculação porque tinha medo de ficar igual a um homem, pode deixar esse medo de lado e começar a contribuir para a sua própria saúde.

“COLOQUE SEU CORPO NO LUGAR CERTO!” 

Fonte: Treino Animal

Arquivo do blog